Palacete Mendonça: o sítio onde Aga Khan vai receber chefes de Estado

Aga Khan visita esta tarde o Palacete Mendonça, futura sede do Imamat. 110 anos depois de ter sido distinguida com o prémio Valmor, está a ser recuperada para ficar como Ventura Terra a projetou e a abertura está prevista para 2019,

credit EPA/ Tiago Petinga

 

Há uma aposta em jogo: em março, quando o DN visitou as obras ao Palacete Mendonça, Nazim Ahmad disse que os salões piso térreo estariam prontos para receber o príncipe Aga Khan, líder máximo da sua comunidade. É ele, representante diplomático do Imamat Ismaili em Portugal, quem tem supervisionado as obras desde que começaram. Conseguiu. As madeiras brilham, cheira a cera na antiga sala de refeições, os tecidos das paredes da sala Luís XV estavam a acabar de ser mudados há uma semana. “Faço questão de mostrar”, diz. Hoje, será a vez do príncipe ver a futura sede.

Começa no parque de estacionamento. “Não há outro assim em Lisboa. Ainda não está acabado e já está uma perfeição”, diz, comentando o betão à vista. As escadas que levam ao edifício? “Foram refeitas”. As pedras da fachada do palacete? “Estavam negras!” Os brocados desta sala branca estilo império? “Estavam comidos do sol”. E isto fora o jardim de inverno com azulejos de Manuel Gustavo Bordallo Pinheiro ou o lustre de grandes dimensões no salão nobre que foi restaurado na sede da Fundação Ricardo Espírito Santo.

Source :

dn

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


seven + seventeen =