População reclama de atendimento do Samu em Timbiras

Source: Internet

 

Em Timbiras, a 316 km de São Luís, a população está tendo dificuldades para se comunicar com o serviço de atendimento móvel de urgência (Samu). A falta de um radiofrequência vem impedindo a comunicação de quem tenta solicitar o Samu no município.

Como é o caso lavrador Raimundo Santos que afirma que as ligações que são realizadas para o Samu não são atendidas. “O problema é a ligação que a gente faz e eles não atendem na hora, no momento certo e aí fica nessa de espera de algum socorro aqui fora”, desabafou.

A unidade básica de Timbiras é uma extensão do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência da cidade de Coroatá. É para a cidade que primeiro vão os pedidos de socorro dos timbirenses que usam o 192.

Por causa da falta do rádio de comunicação interna entre as cidades quem precisa em Timbiras liga para Coroatá e é orientado a procurar diretamente a sede da unidade porque não há outra forma de comunicação entre o paciente e o Samu de Timbiras.

Segundo o secretário de Saúde de Timbiras, Lesoir Farias, o problema ocorre desde o início do ano. Ele acrescenta que tentou colocar um aparelho celular disponível a população, mas a central de Coroatá não aceitou porque não há médico para fazer a regulação em Timbiras. Quanto à falta da rádio de comunicação interna ele destacou que o problema está na licitação para a compra do equipamento que ainda não saiu e nem sairá este mês. “Ficou marcado uma reunião para esta semana entre ele, o prefeito e até o prefeito de Coroatá juntos para a gente decidir de uma vez essa questão desse processo de licitação. Eu acho que até meados de novembro a gente já esteja já na regulação”, finalizou.

Source :

Globo

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


twenty + four =