PSDB deve fazer prévias em Minas para escolher candidato ao governo

Source: Internet

 

O PSDB de Minas Gerais pode ter prévias para definir qual rumo tomar nas eleições de outubro para o governo mineiro. A proposta será apresentada formalmente pelo secretário-geral do partido, deputado João Vítor Xavier, na reunião das bancadas tucanas prevista para a próxima segunda-feira. O parlamentar anunciou a ideia um dia depois de os colegas da bancada federal fecharem posicionamento pela candidatura própria da legenda e afirmarem que vão insistir na candidatura do senador Antonio Anastasia ao Palácio da Liberdade.

Também defensor do nome de Anastasia para concorrer, João Vítor elogiou o movimento “de união” da bancada federal, mas disse que o partido precisa fazer prévias para definir seu futuro. As possibilidades são a candidatura própria ou o apoio a algum partido aliado. Em ambos os casos, as lideranças tucanas precisarão votar para dizer quem deve representar o PSDB na eleição. Como secretário-geral da legenda, Xavier tem a prerrogativa de apresentar a proposta.

“O governador Anastasia é uma unanimidade e se quiser concorrer tem o apoio de todos, mas o partido não pode esperar eternamente. Temos que fixar prazos e, caso ele não queira, o que parece ser a decisão dele, precisamos discutir qual a melhor decisão”, justificou o dirigente tucano. Para o deputado, as prévias devem ser feitas o mais breve possível.

Nos últimos dias, Anastasia voltou a ser pressionado tanto no estado como nacionalmente para concorrer ao governo mineiro. Ele é visto pela cúpula do partido como a melhor possibilidade para dar um palanque forte para o governador Geraldo Alckmin na campanha pela Presidência da República. Ontem, o presidente do PSDB de Minas Gerais, deputado Domingos Sávio, disse que o partido fará um “apelo” para que o senador assuma a “missão” de ser o candidato tucano ao governo de Minas. “Anastasia não vai ignorar isso. É uma convocação. A vida pública não se faz só de desejo pessoal. É uma missão”, afirmou Sávio. “Se tem perspectiva de ele resolver nosso problema em Minas Gerais, tem que tentar. Ele não precisa nem se licenciar do cargo (de senador), já que está na metade do mandato”, complementou.

De acordo com João Vítor Xavier, no partido há opiniões diversas – na ausência de Anastasia na disputa. Tem grupos defendendo o apoio ao ex-presidente da Assembleia Dinis Pinheiro (PP), ao ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB) e ao deputado federal Rodrigo Pacheco (MDB). “A única maneira de construirmos o partido para ter papel de protagonismo é debatendo essas inúmeras teses em prévias para depois traçar um caminho de unidade”, disse.

Na terça-feira, os deputados federais mineiros do PSDB fizeram uma primeira reunião na qual apresentaram a proposta de candidatura própria ao governo, com prioridade para o senador Anastasia. Nomes como o do deputado federal Marcus Pestana e o do presidente da legenda Domingos Sávio também são considerados.

A decisão de ter candidato próprio teria sido motivada pelas diferenças do partido com seus aliados. Nos bastidores, os pré-candidatos aliados estariam mandando recados ao PSDB, dizendo que o partido não é essencial para concorrer. O apoio tucano estaria sendo visto até como um problema por alguns, por causa do envolvimento do senador Aécio Neves na Operação Lava-Jato. (Com agências)

Candidato natural

O governador de São Paulo, pré-candidato a presidente e presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, afirmou ontem que o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) é o “candidato natural” do partido ao governo de Minas Gerais. Alckmin disse que será o “porta-bandeira” de Anastasia, caso ele queira disputar o cargo, mas afirmou que não causará constrangimento ao colega tucano. “Anastasia é a candidatura natural. Tem experiência, é um dos melhores gestores do Brasil e Minas precisa do Anastasia. É um quadro excepcional, une o partido e também os aliados. É um grande nome. Mas não vamos causar nenhum constrangimento a ele. Vamos aguardar sua decisão. Mas é um grande nome. Se depender de mim, estarei na linha de frente, porta-bandeira do Anastasia”, disse.

Source :

EM

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


6 − five =