Resgate de crianças da gruta está em curso

Meninos deverão ser divididos em quatro grupos durante o resgate. Primeiro sai esta tarde.

Direitos Reservados

 

“Hoje é o dia D… Os rapazes estão prontos para enfrentar todos os desafios”, declarou Narongsak Osottanakorn, chefe da célula de crise e governador da província de Chiang Rai, no norte do país.

Uma fonte, citada pelo jornal Bangkok Post, refere que as crianças deverão ser divididas em quatro grupos durante o resgate. O primeiro grupo deverá ter quatro meninos enquanto os seguintes terão três. Adul, de 14 anos, será um dos primeiros a sair da gruta – cerca das 21 horas locais – 15 horas em Portugal Continental. O treinador, de 25 anos, deverá ser o último. Cada um será acompanhado por uma equipa de dois mergulhadores.

Os níveis da água em alguns dos principais pontos da gruta estão mais baixos, o que é uma grande ajuda para as operações de resgate se processarem com sucesso. Nas operações participam 13 mergulhadores estrangeiros e cinco pertencentes à marinha tailandesa.

A decisão de começar a retirar as crianças da caverna foi feita em coordenação entre a marinha tailandesa, os médicos no local e os familiares dos meninos. O resgate começou com a entrada dos primeiros mergulhadores às 10h00 (4h00 em Lisboa) na gruta, anunciou também o chefe da célula de crise Narongsak Osottanakorn.

As autoridades tailandesas pediram aos meios de comunicação social para saírem da zona em torno da entrada da gruta.

No passado dia 23 de junho, depois de um jogo de futebol os 12 rapazes, com idades entre os 11 e os 16 anos, e o seu treinador, de 25, foram explorar a gruta e ficaram presos

Comandante diz que resgate pode demorar dois a quatro dias Um comandante do exército tailandês afirmou este domingo que o resgate dos 12 jovens e do treinador de futebol, presos há 15 dias numa gruta inundada no norte do país, pode demorar entre dois a quatro dias.

O major-general Chalongchai Chaiyakam afirmou que os 13 “vão sair um a um, em aproximadamente dois a quatro dias, dependendo das condições do tempo e da água”.

Resgate das crianças começou em segredo O resgate das crianças presas numa gruta na Tailândia pode ter começado em segredo, na tarde de sábado.

A informação foi avançada pelo jornal local Khaosod English, que garantiu que as ambulâncias foram movidas do local e ainda que foram erguidas barreiras com lona para bloquear a visibilidade de todos os pontos de vista da entrada na caverna.

Quem não estiver implicado na operação deve sair da zona imediatamente”, anunciou a polícia, através de altifalantes no local, onde se encontram centenas de jornalistas.

A atividade das equipas de resgate, voluntários e mergulhadores intensificou-se desde a manhã de sábado.

A operação de retirada de 12 jovens e do seu treinador de futebol, presos numa gruta inundada no norte da Tailândia há 15 dias, começou este domingo, anunciou a célula de crise. A operação poderá demorar entre dois a quatro dias.

Source :

cmjornal

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


four × 3 =