Serviço gratuito da UFC reabilita face de pacientes mutilados

Source: Internet

 

A marca no rosto da aposentada Elineuda Isaías é um dos sinais de uma cirurgia que ele precisou fazer para se livrar de um câncer na boca, há três anos. Mas o que poderia ser mais um trauma – na parte estética – foi resolvido com um implante realizado no Núcleo de Defeitos da Face (Nuface), um projeto de extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Criado em 1996, o projeto funciona na Clínica de Prótese do curso de Odontologia e tem como proposta reabilitar pacientes com mutilações faciais, quanto à estética, anatomia, função e no quesito psicossocial. O Nuface atende a pacientes que perderam tecidos e membros da face, por doenças como o câncer (80% dos atendimentos), traumas (10%) ou alguma doença congênita (10%).

“A gente tem apoio de um fonoaudiólogo que vai fazer todo o recondicionamento de musculatura, de mastigação, dicas de nutrição e reabilitação da fala”, explica o dentista Wagner Negreiros, coordenador do núcleo.

O Nuface atende a cerca de 100 pessoas por ano. Cada reabilitação dura, em média, 10 sessões. A primeira fase é cirúrgica, quando são feitos os implantes necessários para que o paciente receba a prótese. Na segunda fase, o paciente recebe prótese de silicone ou resina e a ideia é que ela fique com aparência o mais natural possível. Para isso, entre os voluntários está o escultor Assis Filho, responsável pela “modelação” das próteses.

Oitenta por cento dos pacientes que chegam ao núcleo têm sequelas provocadas por câncer de cabeça e pescoço, com grave comprometimento estético e funcional. “Eles chegam aqui extremamente abalados e a necessidade de apoio psicológico é para que a gente não reabilite o membro, mas o paciente como um todo”, explica Negreiros.

A equipe é formada por profissionais voluntários de diversas especialidades, entre elas, fonoaudiólogos, dentistas e psicólogos. O projeto atende pacientes das regiões Norte e Nordeste do Brasil por meio da confecção de próteses faciais e/ou obturadores palatinos.

Source :

Globo

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


four × 2 =