Condenada pela morte de Zezinho Maranhão se envolve em briga em presídio de Porto Velho

 

Duas apenadas do Presídio Provisório Feminino, em Porto Velho, se agrediram na unidade prisional no início da tarde deste domingo (8). Uma das envolvidas na confusão é Luorruama Alexandrina Onofre Souza, de 31 anos, que foi condenada pela morte do cantor José Alves da Silva, o Zezinho Maranhão.

A outra envolvida é Anaclecia Gonçalves, de 26 anos, que, segundo a polícia, também é acusada de homicídio. As duas ficaram com o rosto machucado. Após as agressões, Luorruama e Anaclecia foram mantidas em celas separadas. O caso foi registrado na Central de Polícia da capital.

De acordo com boletim de ocorrência, todas as presas de um pavilhão começaram a gritar, gerando um grande tumulto. Quando as agentes penitenciárias foram verificar, as duas mulheres estavam aos tapas dentro da cela. O motivo das agressões não foi informado.

Caso Zezinho

Segundo acusação, Luorruama Alexandrina matou o cantor Zezinho Maranhão em dezembro de 2013. Conforme foi apurado, o cantor dormia quando foi atacado a facadas por Luorruama.

Ainda segundo a denúncia, o crime teve motivo fútil. Depois de passar a noite em claro ingerindo bebidas alcoólicas, a mulher foi à casa da vítima e a atacou, com 17 vezes.

Source :

Globo

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


8 − one =