Pneus/Lixeira instalados por Prefeitura viram criadouros do mosquito da dengue no Maranhão

Source: Internet

 

Na cidade de Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís, uma ação da Prefeitura que deveria contribuir com a conservação do meio ambiente está contribuindo para o aparecimento de focos do mosquito Aedes Aegypti. Pneus empilhados no pátio da Escola Municipal Henrique de La Roque, no bairro Maiobão, tem água acumulada e está cheio de larvas.

Na escola todos estão preocupados com o problema. Segundo a coordenadora da escola, Celecina Dominice, os pneus foram colocados pela Prefeitura.

“São as lixeiras alternativas que a Prefeitura de Paço do Lumiar instalou na comunidade inteira”, informou.

O técnico em segurança Ademir Filho contou que teme pela saúde dos professores e do seu filho, que estuda na escola.

“Voce vê aí. É água acumulada que, se não tiver… vai adquirir o foco da dengue. Uma escola que é cheia de alunos esses mosquitos vão picar quem? Alunos e professores”, reclamou Ademir.

Em vários pontos da cidade os pneus/lixeira foram pintados e empilhados. Na Avenida 09 do Maiobão a “lixeira” está cheia de copos com água. Na Praça do Viva Maiobão, onde muita gente frequenta para fazer exercícios, existe até pneu de trator acumulando água parada.

Já na Avenida 04 do bairro, um pneu/lixeira foi instalado próximo ao comércio do Sérgio Mota, que afirmou já ter sido contaminado pelo Zika Vírus no passado e que as sintomas continuam. “Ainda hoje eu sinto. Se eu fechar as mãos ainda sinto ainda”, disse o comerciante.

Pensando em evitar a proliferação do mosquito da dengue, um grupo de moradores protocolou no Ministério Público do Maranhão um pedido de retirada dos pneus da cidade. O comerciante Luís Carlos relatou que fez isso porque os pneus não tinham furos como deveriam.

“Denunciamos que isso aí era imoral… Colocar esses pneus porque eu suspendi o lixo e vi que não tinha o escoamento da água”, relatou Luís.

A Prefeitura de Paço do Lumiar informou que a colocação de pneus nas áreas públicas foi para tirá-los de borracharias e lixões e reciclá-los para servirem de lixeiras. Também disse que eles foram pintados e perfurados para não acumular água, e deveriam sempre estar com sacos plásticos para a colocação do lixo. Eventualmente, pode ter ocorrido acúmulo de sujeira, entupindo os furos, impedindo a vazão da água, segundo a Prefeitura. Diante do problema, a Prefeitura prometeu providenciar o recolhimento dos pneus que estiverem acumulando água.

Source :

Globo

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


20 + two =